Imobiliária McDonald’s. Conhece?

Mas o McDonald’s não é um fast food que faz o Big Mac e seus dois hamburgueres, alface, queijo, etc? Não. Quem faz isto é o franqueado que “faz hambúrgueres” para pagar o “aluguel” do terreno do McDonald’s. Surpreso? Veja alguns números e a lógica por trás de uma das maiores “imobiliárias fast-food” do mundo.

Imobiliária McDonald's

Segundo a matéria da InfoMoney sobre o assunto, tudo começa em 1950, quando Harry Sonnerborn, um dos executivos do McDonald’s, teve a brilhante ideia de alugar terrenos a longo-prazo e repassar o custo do aluguel, com um valor  adicional, para seus franqueados. Assim, o McDonald’s transferia o custo total do aluguel ao franqueado e o adicional era puro lucro para que pudessem expandir ainda mais a rede.

Existem casos em que o McDonald’s comprou terrenos ou construiu suas lanchonetes para alugar estes terrenos aos franqueados. Sonnerborn dizia que a rede era “uma empresa imobiliária que vende hambúrgueres para que quem alugar os nossos terrenos possam pagar por ele”. Genial, não?

A operação imobiliária cresceu tanto que o McDonald’s passou a ter uma grande equipe para avaliar mercados de modo consistente e tomar decisões para novas aquisições de imóveis poder expandir.

Para ter ideia da dimensão, seu portfólio de imóveis já chega à US$39 bilhões. Isto foi possível porque 80% das suas lanchonetes são franquias, recebendo US$6,1 bilhões em aluguéis.

E aí, vamos comer um Big Mac na imobiliária McDonald’s?